Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rede hospitalar criada por Guedes cresce 3 vezes na pandemia e prepara IPO

Com crescimento da demanda por leitos, Hospital Care adquire 7 hospitais em 2020; empréstimos privados e do BNDES bancam expansão
Rede hospitalar criada por Guedes cresce 3 vezes na pandemia e prepara IPO
Foto: Divulgação

A Hospital Care Caledônia, rede de hospitais da gestora Crescera, retomou a preparação de seu IPO, que pode captar R$ 1 bilhão. Em abril, a primeira tentativa de oferta pública de ações acabou suspensa devido à “deterioração das condições dos mercados”. Ex-Bozano Investimentos, a gestora mudou de nome após a saída formal de Paulo Guedes, que se tornou ministro da Economia.

Em fato relevante protocolado junto à CVM dias atrás, a empresa informou ter solicitado ao Citigroup Brasil e ao Itaú BBA uma “análise da viabilidade de eventual oportunidade e conveniência de potencial transação”.

A Hospital Care, criada em 2017 e controlada por Elie Horn, Julio Bozano e o fundo Crescera, usa o modelo de “hub” semelhante ao de outras empresas da área de saúde listadas em bolsa, como a Hapvida e a Notre Dame Intermédica, combinando hospitais regionais, clínicas de diagnóstico e planos de saúde.

Além de Campinas, o grupo opera polos hospitalares em Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP), Sorocaba (SP), Florianópolis (SC) e Curitiba (PR).

No prospecto do IPO apresentado ao mercado e obtido por O Antagonista, o grupo diz que praticamente triplicou o número de hospitais e leitos, ao longo de 2020, contando agora com “uma rede própria de 11 hospitais”, que totalizavam 1.206 leitos.

O cálculo, informa o documento, considera “as aquisições do Hospital Evangélico em Sorocaba e Hospital Caridade em Florianópolis, pendentes de aprovação do CADE e fechamento da operação respectivamente”.

O mesmo prospecto informa que, em 2019, eram 4 hospitais (554 leitos); em 2018, 3 hospitais (412 leitos) e, em 2017, 2 hospitais (328 leitos). “Além de nossa expansão e integração acelerada, temos conseguido entregar resultados financeiros consistentes.”

Embora não figure mais como sócio da Crescera (ex-Bozano), Paulo Guedes é considerado um dos mentores da Hospital Care, segundo depoimento de Rogério Melzi, diretor-presidente da rede médica.

Em seu perfil no Linkedin, Melzi relembra a fundação da rede e diz que “Paulo, um veterano dos investimentos no Brasil, havia criado, em conjunto com seus sócios, uma tese para montar uma rede de hospitais e clínicas em cidades pelo centro-sul do Brasil”.

Um dos primeiros hospitais adquiridos pela holding, ainda em 2017, foi o São Lucas, em Ribeirão Preto, que tem como sócio Pedro Palocci, irmão do ex-ministro Antonio Palocci. Em setembro do ano passado, Palocci e Melzi fizeram uma live para anunciar obras de ampliação.

Para alavancar sua expansão, em 2020, a Hospital Care informa que captou junto a bancos privados R$ 236 milhões, em empréstimos na modalidade “capital de giro”, e outros R$ 57 milhões junto ao BNDES, subordinado ao Ministério da Economia.

Além da ampliação da rede hospitalar, a Crescera investiu pesado no mercado funerário durante a pandemia.

Assista ao comentário de Claudio Dantas no Papo Antagonista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....