Refis sem desconto para corruptos

O plenário da Câmara derrubou da MP do Refis a possibilidade de suspeitos de corrupção poderem parcelar e ter desconto nas suas dívidas com a União.

O texto-base havia sido aprovado na quarta-feira passada, 27. Ele previa desconto nos débitos se os acusados devolvessem dinheiro desviado dos cofres públicos.

Comentários

  • Luiz -

    Ué! No Brasil o criminoso não é criminoso somente após julgamento? Por que os “suspeitos” estão sendo tratados de modo diferente?

  • Analista -

    Duvido que isto aconteça na prática. Só para mídia.

  • Roberto -

    Meus amigos, conheço muitos empresários que não pagam impostos, sempre esperando por Refis do Refis. Não pagam ICMS, FGTS, INSS, IPI, PIS, COFINS, IR, IPTU, etc. Descontam do salário do funcionário o IR e INSS e não repassam. Em resumo esse pais é um pais de empresários picaretas. E o governo federal ainda agradece esses picaretas por darem empregos. Ainda atrasam o pagamento de funcionários e o governo acha que eles fazem bem para a sociedade por dar empregos. Dá para imaginar um pai de família que trabalhou o mês inteiro e chega o dia não recebe o pagamento? Ele deve se sentir humilhado perante a esposa e os filhos, mas precisa do emprego. É um pais de corruptos mesmo.

Ler 11 comentários