Refis sem desconto para corruptos

O plenário da Câmara derrubou da MP do Refis a possibilidade de suspeitos de corrupção poderem parcelar e ter desconto nas suas dívidas com a União.

O texto-base havia sido aprovado na quarta-feira passada, 27. Ele previa desconto nos débitos se os acusados devolvessem dinheiro desviado dos cofres públicos.

11 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Meus amigos, conheço muitos empresários que não pagam impostos, sempre esperando por Refis do Refis. Não pagam ICMS, FGTS, INSS, IPI, PIS, COFINS, IR, IPTU, etc. Descontam do salário do funcionário o IR e INSS e não repassam. Em resumo esse pais é um pais de empresários picaretas. E o governo federal ainda agradece esses picaretas por darem empregos. Ainda atrasam o pagamento de funcionários e o governo acha que eles fazem bem para a sociedade por dar empregos. Dá para imaginar um pai de família que trabalhou o mês inteiro e chega o dia não recebe o pagamento? Ele deve se sentir humilhado perante a esposa e os filhos, mas precisa do emprego. É um pais de corruptos mesmo.

  2. É engraçado como todo ano tem REFIS. Quem vai querer pagar em dia?
    .
    O Brasil de um lado são os coitadinhos da Justiça do Trabalho que odeiam quem tem dinheiro, e de outros os empresários a FIESP e afins, que nunca correm riscos, não empreendem nada. É tudo via Bndes e programas como o Refis, se algo der errado.
    .
    O Capitalismo é correr riscos. Quantos grandes empresários americanos já não quebraram? Milhares. No Brasil é quase impossível. O Estado-babá não deixa.
    .
    É o socialismo dos dois lados. O socialismo que odeia os patrões. E o socialismo que depende do Estado para qualquer empreendimento.

    1. .
      É uma injustiça com o mamífero roedor rato essa comparação.
      Eu prefiro designar os congressistas como SAFADOS, CORRUPTOS, LADRÕES,
      PEDERASTAS, VAGABUNDOS, PARASITAS, INCOMPETENTES, IDIOTAS,
      BANDIDOS, ASSASSINOS, QUENGAS, CAFETÕES, AFETADOS, etc, etc, etc.
      .