Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Reformas morreram" após discurso de Bolsonaro, diz MB Associados

Segundo Sérgio Vale, o Brasil deve viver uma sensação de paralisia na agenda de reformas semelhante à que viveu com Dilma Rousseff
“Reformas morreram” após discurso de Bolsonaro, diz MB Associados
Reprodução: Redes Sociais

A postura antidemocrática de Jair Bolsonaro em seus discursos nas manifestações de 7 de Setembro contribui para elevar a tensão entre o Executivo e o Judiciário, segundo o economista da MB Associados Sérgio Vale.

Para ele, as falas do presidente sinalizam que a agenda de reformas do governo.

“Sinaliza um presidente isolado e mais agressivo com as instituições, falando em convocar o Conselho da República. Sugere que haverá paralisia quase total de pautas e que as pautas reformistas morreram, definitivamente”, disse o economista ao Valor.

Segundo Vale, o Brasil deve viver uma sensação de paralisia nas reformas semelhante à que viveu com Dilma Rousseff.

“Nesse cenário, a recente deterioração da economia brasileira pode piorar. Sem uma solução adequada para a questão dos precatórios, que até o momento exige PEC, os ativos financeiros podem sofrer mais e retroalimentar uma dinâmica econômica de alta da inflação e perda de vigor da atividade.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO