Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Retomada será "gradual" e terá "idas e vindas", diz BC

De acordo com a ata da última reunião do Copom, na semana passada — que decidiu pelo corte da taxa Selic de 3,75% para 3% ao ano –, a retomada da economia brasileira após a pandemia da Covid-19 será mais “gradual” do que o previsto inicialmente.

“É plausível um cenário em que a retomada, além de mais gradual do que a considerada, seja caracterizada por idas e vindas”, diz o documento do Banco Central.

“O cenário básico considerado pelo Copom passou a ser de uma queda forte do PIB na primeira metade deste ano, seguida de uma recuperação gradual a partir do terceiro trimestre deste ano.”

E ainda:

“O Copom entende que, neste momento, a conjuntura econômica prescreve estímulo monetário extraordinariamente elevado, mas reforça que há potenciais limitações para o grau de ajuste adicional. O comitê avalia que a trajetória fiscal ao longo do próximo ano, assim como a percepção sobre sua sustentabilidade, serão decisivas para determinar o prolongamento do estímulo.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO