ACESSE

"Se não conseguirem passar a reforma da Previdência em seis meses, adeus governo"

Telegram

O líder do PDT no Senado, Weverton Rocha, disse a O Antagonista que o governo não terá facilidade para aprovar “essa reforma do seu Paulo Guedes”, referindo-se à reforma da Previdência.

“Eu mesmo vou apresentar um monte de emendas (sugestões de alteração no texto). Se é para fazer uma reforma, que seja uma reforma justa e geral: para todo mundo, para os pequenos e para os grandes. Por enquanto, essa reforma do seu Paulo Guedes não passa. Não tem nem perigo [de passar], meu amigo.”

Perguntado se o PDT vai trabalhar para “barrar” a reforma, o senador respondeu:

“O PDT quer que a reforma comece pelos grandes, e não pelos pequenos.”

No início do ano, a equipe econômica previa aprovação da proposta — na Câmara e no Senado — em até seis meses. Agora, já se fala que “o fundamental é aprovar neste ano”.

“Se não conseguirem passar em seis meses, adeus governo”, afirmou o senador maranhense.

Ontem, antecipamos aqui que Carlos Lupi e Ciro Gomes convocaram as bancadas do partido para discutir o tema no próximo dia 19.

Comentários

  • Josias -

    Ainda bem que não pago INSS prefiro construir um casa e viver de aluguel dique esperar pra receber meio salário mínimo ....400,00 reais é brincadeira né senhor presidente é dinheiro de comprar

  • CARLOS -

    Engano seu, se não passar em 32 meses, vamos sair nas ruas e clamar por um general.

  • Alexandre -

    É só um pedetista recalcado...

Ler 229 comentários