Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Secretário da Economia diz que reajuste de servidor depende de corte de outras despesas

O aumento de salários de funcionários públicos, somado ao Auxílio Brasil de R$ 400, fazem parte da fórmula mágica de Bolsonaro para buscar a reeleição 
Secretário da Economia diz que reajuste de servidor depende de corte de outras despesas
Foto: Anderson Riedel/PR

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida (foto), afirmou há pouco, durante coletiva online, que o reajuste para servidores defendido por Jair Bolsonaro depende do corte de outras despesas.

“Se existe uma demanda democrática, legítima da sociedade para darmos aumento de salário para funcionários públicos, precisamos mostrar quais gastos serão reduzidos para gerar esse aumento da despesa”, disse.

Bolsonaro quer usar parte do espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões que deve ser criado no orçamento com a aprovação da PEC dos Precatórios para bancar aumento de salário para servidores.

O aumento de salários de servidor, somado ao Auxílio Brasil de R$ 400, fazem parte da fórmula mágica de Bolsonaro para tentar garantir a reeleição.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....