Secretário de Guedes defende agenda social de Bolsonaro

Adolfo Sachsida, o secretário de Política Econômica de Paulo Guedes, afirmou hoje que o governo Bolsonaro tem uma agenda social e suas medidas devem ser implementadas “passo a passo”, registra a Folha.

Durante um debate em Brasília, Sachsida foi questionado sobre a situação no Chile e a relação da crise naquele país com as reformas propostas pelo governo brasileiro.

“Não sei responder o que aconteceu no Chile, sei do que acontece aqui”, disse o secretário. “Discordo que esse governo não olhe o lado social. Quando você combate a inflação, me parece uma tremenda política que ajuda os mais pobres. O 13º do Bolsa Família é uma política de ajuda aos mais pobres.”

A VIZINHANÇA RADIOATIVA DO BRASIL. Leia mais

Sachsida também citou um programa para creches que, segundo ele, está sendo discutido por sua secretaria em conjunto com o MEC.

“A agenda social existe, e não é por causa do Chile ou da Argentina. Existe porque deve existir. Todos os estudos do mundo mostram que é correto transferir renda aos mais pobres. Então essa agenda existe. Agora, tudo passo a passo. Estamos evoluindo”, afirmou.

 

Comentários

  • Leonardo -

    Muito bem, Sachsida... continuemos em frente! O Brasil está mudando, finalmente, e para melhor!!!

  • Marcelo -

    Agenda social uma ova! O assistencialismo é uma imoralidade . Serve apenas ara criaetmais dependência estatal e alegria dos coronéis que roubam verbas públicas.

  • João -

    Eu concordo totalmente com o Adolfo Sachsida ,um dos melhores economistas do IPEA ,de quem fui colega de trabalho até me aposentar ! Tem a minha admiração como toda a equipe econômica do Min. Paulo Gu

Ler 20 comentários