Sem diálogo, não tem reforma tributária, diz relator

Aguinaldo Ribeiro, em entrevista à Folha, disse que o diálogo entre União, estados e municípios é fundamental para a aprovação de uma reforma tributária no Congresso.

O deputado do PP da Paraíba, relator da reforma na Câmara, também afirmou que aguarda o envio de uma proposta do governo.

“Nós temos uma proposta apresentada pelo deputado Baleia Rossi. O governo está anunciando que vai enviar uma proposta, mas nós estamos cumprindo com o nosso papel. Nosso plano de trabalho prevê que o governo também traga a sua contribuição. Ninguém faz uma reforma tributária sem que haja um diálogo muito grande com os entes federados, ou seja, União, estados e municípios. E também com a sociedade e com os setores produtivos”, disse Ribeiro.

Segundo o parlamentar, o ambiente na Casa é “muito favorável” para a aprovação do projeto.

“Há um clamor da sociedade também. Eu acho que esses fatores contribuem para que, depois de termos concluído uma das reformas mais difíceis, que foi a da Previdência, passe a ser a reforma tributária a grande reforma na Casa. Essa combinação de fatores é favorável. Meu desejo é que isso seja concluído ainda neste ano.”

Comentários

  • Canuto -

    Talvez ele queira dizer dialogo$$$$$$$$$$$$$$. Só esqueceu do plural.

  • André -

    Começou essa historia de "dialogo" novamente. Não dialogue com bandidos, Bolsonaro! Eles querem mais bilhoes em emendas!

  • DAISY -

    Desde quando se pode confiar que HAVERÁ DIÁLOGO num Parlamento em que a chefia e os líderes partidários se juntam para desrespeitar as próprias regras e IMPOR a aprovação SORRATEIRA de Leis maléficas?

Ler 25 comentários