Sem maioria para a reforma

A pesquisa da FSB mostra que os congressistas apoiam a reforma previdenciária.

Mas os números indicam grande dificuldade para aprovar uma PEC.

Temas como idade mínima, tempo de transição e capitalização não conseguem obter nem mesmo a maioria simples.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Vanderlei disse:

    não preceberam o porque do pres. estar cercado por militares, se uma maioria não querer aprovar as leis que precisamos, um simples desfile militar a frente do congresso, tudo se aprova, simples assi

Ler comentários
  1. LUIGI disse:

    Os parlamentares sabem que aqueles que apoiaram a reforma do Temer não foram reeleitos em sua maioria .

  2. Giba disse:

    Ricardo Boechat acaba de morrer, acidente de helicoptero

  3. Mare disse:

    Helicóptero em que estava o jornalista Boechat caiu.

  4. Fernando disse:

    Tá bom demais para começar.. além do mais se se precisa de um jipe e 2 cabos para fechar o congresso tambem

  5. CICERO disse:

    Que contrasenso, hein!? Querem aprovar por que meio?

  6. Renato disse:

    Porque é preciso negociar um a um, bancada a bancada. Isso pode mudar. Os governadores e prefeitos entrarão no esforço pro-reforma.

  7. LUIGI disse:

    Bem, se o eleitor quisesse a reforma da previdência teria votado nos candidatos do Temer e do PMDB que a apoiavam, e não no B17, que sempre foi contra.

  8. Impostoehroubo disse:

    Banco de inéptos. Vamos morrer todos abraçados aos "direitos adquiridos" dessas bancadas. Blz, vamos fazer a reforma via emissão de moeda e inflação mesmo, ao menos pegará esses marajás.

    1. Talvez seja essa a única saída mesmo! Talvez seja necessário o País quebrar e o povo passar fome pra essa canalha política de Brasília fazer alguma coisa!!!

  9. Vicente disse:

    O congresso é movido a benesses, cargos, pixuleco. Trabalhar em prol do país é complicado para esses vagabundos, que só pensam em seus umbigos. Se não colaborarem podemos pedir uma intervenção!

  10. Diego disse:

    Pesquisa a lá eleições 2018...Bolsonaro não vai ser presidente!!!

  11. José disse:

    O governo sequer mandou o projeto para a câmara, isso sinaliza que não é tão prioritário assim e os parlamentares não estão nem ai para o projeto.

    1. No hospital ou não essa reforma de mer.da não chega no congresso, será ridicularizada.

    2. Porra, o presidente está no hospital!! Queria o quê?

  12. Marcelo disse:

    Então não aprovem, pombas!!! Que o Brasil - e a classe política junto - vá para o fundo do poço. Talvez seja isso o que esse País precisa.

    1. Sério! A saúva não acabou com o Brasil nem o Brasil acabou com a saúva.

  13. José disse:

    Reforma escravizantes dos infernos. Se passar os depu.tados vão perder os empregos.

    1. Exato, a maioria daqueles que apoiaram a reforma do Temer e do mercado financeiro não foram reeleitos.

  14. IAlexandre disse:

    o problema maior é que políticos querem beneces e sem isto, complicam tudo

  15. Estudante disse:

    Não vai adiantar muito esta reforma. A previdência esta fardada a falir de qquer jeito. Esta geração que surge agora não será capaz de bancar a previdência daqui 20 anos.

  16. Fabricio disse:

    Este tipo de pesquisa, sem ter uma proposta sendo analisada, não serve para nada. É só especulação.

  17. Paulinha disse:

    Pesquisa de quem??? A reforma nem foi apresentada ainda...é aquela velha política: onde há governo do Bolsonaro eu sou contra. Burrice. Sem a reforma não tem $$$ para nada.

  18. Josué disse:

    Eles tmb falaram que bolsonaro não seria presidente...

  19. CARLOS disse:

    Deixem de pagar os sindicatos e a aposentadoria dos servidores públicos, em 30 dias é aprovada.

  20. Jair disse:

    Seguindo o Presidente que sempre foi contra as reformas da previdência. Sem moral para querer exigir nada desses congressistas da laia do própio filho, na Alerj.

  21. José disse:

    A bastante tempo se fala da reforma da previdência e a pergunta é essa, o Pais vai quebrar nesse mandato? Como a resposta é não os parlamentares deixam para o próximo governo.

    1. O país e os ricos não vão quebrar se não se fizer a reforma. Mas os pobres, coitados, vão comer o pão que o diabo amassou com uma hiperinflação.

    2. Pois é José, mas parlamentares deste tipo o Brasil, deles, não necessita.

  22. Vicente disse:

    Bem, se o legislativo brasileiro quiser assim proceder, uma caminho seria dar-lhes um descanso de 6 meses, aprovar as reformas e depois reconvocá-los para apreciar "variedades, pequenas fofocas, etc

  23. LUIGI disse:

    O Lulla fez uma reforma da previdência em 2003, que colocaria o Brasil no caminho da prosperidade (segundo elle). Já vimos esse filme. A previdência é a formiga saúva da vez.

    1. Sem o mensalão, a reforma de 2003 não teria sido aprovada.

    2. E o Lula somente aprovou a PEC em 2003 mediante mensalão!

  24. Paulo disse:

    Nem o título nem o conteúdo estão corretos. Lí a pesquisa e a mesma indica apoio de 82% da câmara e 89% do Senado à Reforma. Os gráficos acima mostram apenas os itens com menos consenso.

  25. agregador disse:

    Sinceramente... 30% de abstenção? Nem vou levar isso a sério.

  26. CarlosAlberto disse:

    Um pouco sensacionalista, né? ;) Se olharmos bem os números, há os que não sabem / não se decidiram. E a discussão nem começou ainda. Certeza que muitas coisas importantes serão aprovadas.

  27. Nina disse:

    Se não há apoio para os pilares de uma reforma da Previdência, o que se quer dizer com "parlamentares apoiam a reforma da Previdência"?

  28. Coroinha disse:

    Fica faltando negociar CARGOS! Eis os maior dos nossos problemas.