ACESSE

Sem nova Previdência, Brasil terá outra 'década perdida'

Telegram

O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, enviou a O Antagonista uma nota técnica em que compara a crise atual com a vivida pelo país na década de 1980.

Ele fala em “deterioração semelhante”, mesmo com a “inflação dentro da meta”. “A dívida pública continua crescendo e tem provocado desequilíbrios na economia. Esses sobressalto se refletem em taxas de crescimento do PIB ainda mais baixas.”

Para Sachsida, “a aprovação da nova Previdência torna-se fundamental para a retomada do crescimento”, garantindo “equilíbrio fiscal” e “melhorando o ambiente de investimento”.

Confira a íntegra AQUI.

Bolsonaro tem a chance de entrar para a história. Mas ele precisa vencer seus principais adversários. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Ruiter -

    Congresso nacional, por favor e por amor aos seus entes: façam essa reforma. Saibam que a rejeição a ela é bem menor do que parece.

  • Maria -

    Gostaria de saber, como ficará a previdência dos marajás da classe política, do judiciário e dos militares! Se não valer para todos, melhor recuar! Quero ver os marajás perderem os privilégios

  • ribeiro.js@hotmail.c -

    Da tabela, deduz-se que só crescemos de 2001 a 2010, resultado das mudanças nos governos de Itamar e FHC, que o PT aproveitou para chamar de seu.

Ler 189 comentários