Sem nova Previdência, Brasil terá outra 'década perdida'

O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, enviou a O Antagonista uma nota técnica em que compara a crise atual com a vivida pelo país na década de 1980.

Ele fala em “deterioração semelhante”, mesmo com a “inflação dentro da meta”. “A dívida pública continua crescendo e tem provocado desequilíbrios na economia. Esses sobressalto se refletem em taxas de crescimento do PIB ainda mais baixas.”

Para Sachsida, “a aprovação da nova Previdência torna-se fundamental para a retomada do crescimento”, garantindo “equilíbrio fiscal” e “melhorando o ambiente de investimento”.

Bolsonaro tem a chance de entrar para a história. Mas ele precisa vencer seus principais adversários. SAIBA MAIS AQUI

Confira a íntegra AQUI.

Comentários

  • Ruiter -

    Congresso nacional, por favor e por amor aos seus entes: façam essa reforma. Saibam que a rejeição a ela é bem menor do que parece.

  • Novo -

    Quem vai pagar esta conta desta economia capenga são os pequenos empresários e a classe média. Quem puder que fuja desta loucura, está parecendo as cruzadas. Milicos com a Igreja.

  • Novo -

    Dos bancos nada caiu, nem seus lucros. Sugam o dinheiro da economia.

Ler 189 comentários