Siderúrgicas e companhias aéreas estão falindo

O diretor da Fitch, Joe Bormann, disse para a Bloomberg que nunca viu as empresas brasileiras numa situação tão difícil.

“O mais acentuado período de recessão do Brasil em mais de um século, com dois anos seguidos de forte retração do PIB e a queda dos preços das commodities estão deixando as empresas de setores como o de siderurgia e de companhias aéreas sob maior risco de calote”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200