Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Só no ano que vem

Só no ano que vem
Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro negocia com o Congresso Nacional o cancelamento do recesso de janeiro.

O plano é votar no ano que vem todas as matérias urgentes que, a fim de poupar os candidatos governistas nas disputas municipais, não estão sendo votadas agora.

Rodrigo Maia disse ao G1 que o cancelamento do recesso permitiria votar projetos que ele considera essenciais, como a PEC Emergencial.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO