Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Taxa extra na conta de luz para evitar racionamento pode até dobrar

O governo pode elevar a bandeira vermelha nível 2, atualmente em R$ 9,49 a cada 100 quilowatts-hora (kWh), para um valor entre R$ 15 e R$ 20
Taxa extra na conta de luz para evitar racionamento pode até dobrar
Foto: Analogicus/Pixabay

As medidas do governo para evitar um racionamento de energia elétrica vão afetar o bolso dos brasileiros, diz o Estadão.

Novos cálculos do Planalto apontam para a necessidade de que a bandeira vermelha nível 2, atualmente em R$ 9,49 a cada 100 quilowatts-hora (kWh), seja elevada para um valor entre R$ 15 e R$ 20. Existe ainda a possibilidade de que chegue a R$ 25, mas é improvável.

Nesta sexta-feira (27), a Aneel deve definir qual bandeira vai vigorar nas contas de luz do mês de setembro. Como não foi verificado sinal de melhora nas condições de abastecimento e diante da situação crítica dos reservatórios das usinas hidrelétricas, a previsão é que a bandeira vermelha nível 2 seja mantida até o final de 2021.

Desde a criação da Câmara de Regras Excepcionais para a Gestão Hidroenergética, em julho, grupo presidido pelo Ministério de Minas e Energia e criado por meio da Medida Provisória 1055, foram adotadas diversas medidas para tentar evitar apagões ou a necessidade de racionamento, como a importação de energia da Argentina e do Uruguai, por exemplo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO