Temer desfaz vetos

Como previsto, o governo mandou hoje ao Congresso um projeto recolocando na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018 dispositivos que Michel Temer havia vetado.

Pressionado por parlamentares e precisando aprovar o aumento do deficit das contas públicas em 2018 (para R$ 159 bilhões), o governo voltou atrás.

A LDO havia sido sancionada por Temer com mais de 40 vetos.

O novo projeto prevê a reinclusão de sete dispositivos, entre eles a possibilidade de os “dirigentes máximos” de Legislativo e Judiciário mudarem a destinação de parte do seu orçamento sem passar pelo Ministério do Planejamento.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 8 comentários
    1. Olha…governo de coalizão e democrático é assim mesmo. Tem que negociar tanto que tudo fica mais difícil. É por isso que dizem que as grandes mudanças só acontecem no caos total. Aliás, este início de caos já produziu mudanças importantes. Mas, será que terá que piorar muito e muito para se mudar a cultura politica brasileira? por vezes, entendo a China, a Russia, a India, que não seguem o modelo democrático. É muito mais fácil governar sem negociar o tempo todo.

      1. Ate concordo contigo, ficar pedindo penico para político pé de chinelo e vagabundo, só mesmo outo pé de chinelo torto e vagabundo.
        Enquanto não mudarem o padrão dos no$$os políticos vai ficar difícil eles quererem mudar o que para eles é bom.
        #votonulojá