ACESSE

Temer pede 'trégua' aos caminhoneiros

Telegram

Depois da malsucedida reunião entre a associação dos caminhoneiros em greve e a Casa Civil, Michel Temer pediu uma “trégua” aos líderes da categoria em greve.

“Eu pedi que nesta reunião se solicitasse uma espécie de trégua para que em dois, três dias no máximo nós possamos encontrar uma solução satisfatória para os brasileiros e para os caminhoneiros”, disse o presidente, conforme o relato da Folha.

Mesmo o anúncio da redução de impostos que incidem sobre o diesel, feito ontem, não convenceu a categoria a suspender a paralisação –o motivo alegado é a alta dos preços dos combustíveis.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 96 comentários