Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Teto de gastos é símbolo de austeridade, mas não vamos deixar a população passar fome”, diz Guedes

Segundo o ministro da Economia, o Auxílio Brasil de R$ 400 é importante porque os mais pobres ainda dependem de socorro do estado
“Teto de gastos é símbolo de austeridade, mas não vamos deixar a população passar fome”, diz Guedes
Foto: Antonio Temóteo/O Antagonista

Paulo Guedes (foto) resumiu a decisão do governo de fazer uma gambiarra no teto de gastos para bancar um Auxílio Brasil de R$ 400. Ao lado de Jair Bolsonaro, ele tenta justificar a medida que flexibiliza as regras fiscais para dar fôlego à campanha de reeleição.

“O teto é um símbolo de austeridade para as gerações futuras, mas não vamos deixar a população passar fome para tirar 10 na política fiscal”, disse.

Segundo Guedes, os fundamentos de responsabilidade do governo não foram  abalados.

“A Economia diz que o governo não pode gastar mais de R$ 300 e a ala política pede R$ 600 para não deixar os mais pobres passarem fome. O presidente determinou uma linha de corte e disse que seriam R$ 400. Não há mudança nos fundamentos fiscais”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....