“Tratamento distinto”

Sobre o peso dos militares no déficit da previdência, o Ministério da Defesa respondeu que “compreende a preocupação do governo. No entanto, é preciso levar em conta que as peculiaridades da carreira militar demandam um tratamento distinto em relação aos servidores civis”.