Troyjo não acredita que trégua entre China e Estados Unidos vá prejudicar o Brasil

Marcos Troyjo, futuro secretário do Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, não acredita que a trégua comercial entre China e Estados Unidos vá prejudicar o Brasil — muita gente acha que, com o aumento da importação de grãos americanos pela China, os produtores de soja brasileiros serão prejudicados.

“É melhor construir o teto da casa sob sol do que sob chuva”, diz Troyjo.

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Massaaki disse:

    Então a ajuda (proteção, o que for) não pode ser para sempre. Mesmo sendo verdade que o "custo Brasil" é alto. Ora, as reformas estão aí... E vão cair inflação, juros, tributos. E Estado e

Ler comentários
  1. Massaaki disse:

    É a estória do filho mimado que não fez a lição de casa e está com medo de enfrentar o mundo. Daí o pai sábio diz: "ok, vou te dar um tempo, mas daqui a x anos, rua! Vai se virar!".

  2. Massaaki disse:

    Olha só, a verdade é que tem de competir. Para isso, tem de se abrir. E chega de ficar fechado, esperando os outros fazerem suas partes (reformas, ajustes, sei lá o que). O que der, abra Já!!

  3. Massaaki disse:

    O que não pode é a cultura do protecionismo eterno, de uma indústria que não quer crescer sem ajuda estatal (papaizinho, me proteja da concorrência externa, pois não consigo competir).

  4. Massaaki disse:

    A proposta de diversos tipos de abertura acho coerente. O que for possível abrir unilateralmente, que se abra. O que depender de reformas, ok. E também o que depende de negociação bilateral.

  5. Massaaki disse:

    Se formos esperar nos tornar mais competitivos, nunca iremos abrir nada. Essa falação eu ouço desde que era estudante primário. Creio que é apenas falação. Depois veio a era Collor, lembro do C

  6. Massaaki disse:

    Concordo! E chega de mi-mi-mi! Sempre haverá alguma desculpa. Dólar, juros americanos, hardlanding chinês, etc. Que tal abrir a economia? E negociar com todos? Ah, não pode! Vamos quebrar!Desculpa

  7. Celio disse:

    E daí? O que estes bundas sujas querem é reservada de mercado. Que tal no inferno? Onde aqueles que lá estão querem sair; e os de fora... necas de catibiribas.

  8. CLs disse:

    elogiaram demais o trump...ele jah está começando a paz com a China e está jah prometeu aumentar a compra de produtos agrícolas no que o Brasil eh forte....adivinha de quem vai cancelar compras...

  9. FernandoDias disse:

    A mídia militante é muito chata, primeiro o problema era a guerra comercial, mas agora o problema é a trégua.

  10. Tiago disse:

    Caraca irmão, até o Troyjo vai entrar no governo. Teremos uma equipe de brilhantes mesmo!!! Que maravilha!

  11. Paulo disse:

    Concordo. O Brasil tem que competir, não ser único. Senão na hora da dificuldade não vai saber brigar.

  12. Adélio disse:

    O STF, já foi derrotado, não cumpre com sua função, apenas funciona como guardiões de um grande depósito de processo de corruptos de alto escalão. Caso continue prevaricando, vai ser interditad

  13. julio disse:

    EUA e China sempre tiveram comercio comum e ao mesmo tempo BR e CH. O que supostamente melhorou o comercio para o Brasil foi a briga entre EUA e CH. Briga resolvida, comercial BR CH volta ao normal.

  14. Leonardo disse:

    a china só aceitou essa trégua , porque sabe que o Brasil agora esta no Páreo !!! se o brasil quiser vira a maior potencia do mundo !!!

    1. O-Malvado, informe-se sobre a oportunidade que o Brasil teve nos anos 70, quando por motivos ideológicos virou as costas para o EUA. Aproveite e veja como era a China.