Tudo é “a princípio”

Meirelles quer aproveitar o esperado espasmo de crescimento, em 2017, para não renovar os incentivos fiscais concedidos na era lulojanetista.

“A princípio, nossa visão é não renovar as desonerações que vençam durante 2017.”

A princípio, Temer, que estava a seu lado no momento da declaração, não disse nem que sim, nem que não.