Tudo pela “pacificação” (2)

A Folha informa também que uma semana depois de Michel Temer criar novo programa de parcelamento de dívidas tributárias, a Receita Federal alterou o texto de um estudo oficial com críticas a iniciativas semelhantes: a versão original do documento dizia que esse tipo de medida estava “em desacordo com diretrizes da Lei de Responsabilidade Fiscal.”