Tudo pela “pacificação”

A Folha informa que para ajudar Rodrigo Maia em sua recondução à presidência da Câmara, Michel Temer não vai ao Fórum Econômico de Davos, no fim deste mês — Henrique Meirelles representará o governo.

O ano começa “pacificado”.

Faça o primeiro comentário