Um governo adiado

A equipe econômica decidiu adiar para segunda também o anúncio das medidas de contenção de despesas, como o limite salarial para novos concursados do Executivo e a suspensão do reajuste.

Acharam melhor anunciá-las junto com as nova metas fiscais, de 2017 e 2018. A propósito, o governo espera fixar o déficit do ano que vem também em R$ 159 bilhões – o que significa que, na prática, será bem maior.

Faça o primeiro comentário

Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

© 2017 - O ANTAGONISTA Todos direitos reservados