Um presidente gringo para a Petrobras

O Antagonista acha que o novo presidente da Petrobras deveria precisar de tradutor para comunicar-se.

O ideal seria a contratação de um executivo estrangeiro, mundialmente respeitado na área petrolífera, sem nenhuma ligação política, capaz de fazer uma auditoria de verdade na empresa e dar transparência à venda de ativos.

Maluquice fazer isso numa empresa que é símbolo do nacionalismo?

Maluquice é deixar o Dida lá.

Maluquice é obrigar os brasileiros a pagar mais caro por combustíveis, bem mais caro, apenas para sustentar esse trambolho que precisa ser privatizado.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 47 comentários
  1. Eu acho que alguns estão pensando, porém não tem coragem de fazer. Tem que desvalorizar o real, para aumentar a competitividade no setor externo e pôr a trabalhar ao povo. Mas é difícil fazer trabalhar um povo que só gosta de curtir a vida, e não tem uma visão de longo prazo. O jeito de sair desta crise é aumentando as exportações, então vão entrar dólares e resolvemos os nossos problemas. Os políticos brasileiros tem que possibilitar ao povo uma boa educação para que aprendam a não ser tão preconceituosos com os gringos. Ao final a poupança do Brasil é em dólares e está no Banco Central.

  2. O nome é voluntarismo. Vender a um mundo “doido para comprar” sem nem ao menos ter clientes, sem acertar os portos e rodovias, a burocracia, o financiamento, sem garantir prazo e qualidade, etc. Se conseguir é porque ele é José Serra, o milagroso. Se não é porque ele é José Serra, o imbecil.

  3. Já deve ter sido mencionado antes, mas objetivamente (usando só o raciocínio lógico), o que acontece se focarmos só nas exportações? R: 1º) Haverá aumento de DÓLAR circulando no Brasil, ou seja, com o tempo, o dólar vai se desvalorizar e o Real vai se valorizar (aspecto monetário). 2º) Haverá uma pressão para o AUMENTO NA INFLAÇÃO, pois, se as mercadorias forem direcionadas ao exterior, internamente, porém, haverá uma DIMINUIÇÃO DA OFERTA, menor concorrência, MAIORES PREÇOS. Neste aspecto, o Real se desvalorizará. Logo: Dólar baixo, Real mixuruca, produtos resto de feira. Legal! Viva! =S

  4. O que Temer tem que fazer é parar de atrapalhar. Simplificar a abertura de empresas, baixar impostos, reduzir burocracia e a bagunça tributária, simplificar a legislação trabalhista. Real perdendo valor pode ser bom para vender soja e ferro, mas só significa que estamos vendendo a mesma quantidade de produto por menos dinheiro em dólares, que é o que conta, já que o real é uma bela porcaria. Países ricos tem moeda forte, e com isso seus cidadãos são ricos. Isso de desvalorizar moeda para exportar mais pode enriquecer alguns exportadores, mas empobrece o país.

  5. D.S. menos de um minuto atrás Parabéns… Como eu disse, esses caras não estão nem ai para o seu bolso, o seu poder de compra. Graças ao lobby da FIESP/PMDB, os “industriais” brasileiros ainda existem… Salve Collor, caso contrario estaríamos andando de Opalas até hoje.

  6. Parei no “real desvalorizado ajuda.” Essa presepada de desvalorização cambial como algo positivo já deu o que tinha que dar. Desvalorizar o câmbio – uma péssima política http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2033 Três consequências da desvalorização da moeda – que muitos economistas se recusam a aceitar http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2175 Os três tipos de regimes cambiais existentes – e qual seria o mais adequado para o Brasil http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2196

  7. Que se venda barato em países emergentes ou mesmo insignificantes para a economia dos países mais competitivos, buscar espaço em mercados relegados pelos líderes. É apenas questão de buscar os mercados certos, ao invés de ficar pensando nos problemas que temos que enfrentar, com ou sem destruição petralha.

  8. O PT nulou a capacidade da indústria e do comercio brasileiro para competir dentro e fora do país com tanto protecionismo. Eles tem que abrir a economia se quiserem crescer e retirar esse percentual ridiculo do IOF que onera as exportações, a entrada de USD para abastecer o mercado interno. Baixar as taxas para adquirir maquinas e bens de consumo. Competição é via de mão dupla. Reciprocidade!

  9. O Brasil tem um enorme potencial em recursos minerarios. Nem 10% foi explorado ainda. As reservas de minerais tais como nióbio, ouro, diamantes e outros ainda não exploradas, nos deixam confortavelmente muito à frente de grandes potências. Resta saber se nosso novo presidente vai abrir os olhos para este potencial emergente.

  10. “A intenção é boa e o real desvalorizado ajuda” Frase típica de ignorância econômica. “A empiria comprova a boa teoria: desvalorizar o câmbio piora a economia e reduz as exportações”: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2378

  11. Nunca me esqueço de uma ocasião ,há poucos anos,em que minha mulher procurava uma bolsa em artesanato local nas lojinhas de uma cidade de nosso vasto litoral .Nos produtos havia etiquetas que diziam:”legítimo artesanato brasileiro “- ” made in China”.

  12. Desoneração completa da folha de pagamento é a única forma de aumentar empregos , previdência e fgts fica por conta do trabalhador , ele recolhe se lhe for conveniente.

  13. Em fevereiro, o juiz federal Leonel Ferreira determinou o bloqueio de seus bens da senadora Simone Tebet, em função de irregularidades na reforma do Balneário de Três Lagoas, uma atração turística feita quando ela era prefeita. Segundo o Ministério Público Federal houve desvio de recursos públicos para financiar sua campanha eleitoral, veja só. A decisão também atinge alguns de seus ex-secretários municipais e a empresa que venceu a licitação e realizou a obra. Para o magistrado, a denúncia “está bem fundamentada”, evidenciando indícios de improbidade administrativa.

  14. O Brasil já foi ,por exemplo,um dos maiores do mundo em fabricação e exportação de calçados de qualidade indiscutível,feitos com mão de obra qualificada !A era PT reduziu a retalho de couro cru essa indústria ,que sobrevive pelo talento,e no mercado interno substituiu o que era ótimo pelos horrorosos sapatos chineses, vietnamitas,paquistaneses,etc,fabricados por escravos.Esse é só um dos exemplos.A indústria de vestuário tem história semelhante.

  15. Serra deve estar preocupado com as vendas de carne da Friboi, afinal, por trás de todo petista, há um tucano disfarçado… há sempre um interesse desconhecido…

  16. O genro do Allende quer ajudar? Bom, basta não ter idéias e sair do caminho das empresas. Só nesta banânia que burocrata acha que pode dar aula de empreendedorismo sem nunca ter corrido um risco na vida e sempre vivido dos impostos dos outros. Retira a massa de vagabundos dos portos, como estivadores sindicalizados e mafiosos da receita federal, impeça o bloqueio de estradas e varra as gangues de roubo de cargas dad mesmas, pare de gastar dinheiro do contribuinte em jamborees inúteis pra “vender o Brasil” no mundo e já é um bom começo. Mas zezinho é burocrata brasileiro, cheio de idéias.

  17. Se o problema fosse somente a defasagem com as indústrias internacionais estaríamos bem. Além da alta carga tributaria, mesmo esta sendo consideravelmente menor para as exportações, a falta de uma infra estrutura adequada para escoar nossos produtos, a baixa produtividade, os altos encargos trabalhistas que as empresas brasileiras tem que pagar, sendo estes os maiores do mundo, e da alta concorrência internacional tornam a maioria dos produtos nacionais inviáveis para o cenário internacional.

  18. O Brasil poderia exercer sua verdadeira vocação, que é agrícola. O país é gigantesco, poderia alimentar não só a sua população, mas também o mercado internacional. O setor do etanol também poderia ser estimulado. O negócio seria investir em qualificação, tecnologia e produtividade, mas para isso a iniciativa privada teria de ter liberdade total, e ai voltamos ao problema número 1 do Brasil: a cultura estatista. Como é que sindicatos, setores do judiciário, imprensa e academia vão viver sem seus fetiches sobre “latifundiários”, “trabalhadores escravos”, “capitalismo malvado”, “cotas”, etc.?

  19. Culpar o PT pela defasagem da industria nacional é de um mau caratismo impar. Dependesse do PMDB/FIESP estaríamos andando de Opala até hoje. Industrial Brasileiro não precisa exportar, tem 200 milhões de consumidores cativos graças ao lobby do Sistema S.

  20. A real devastação imensurável do PT/PCdoB/PCB/PCO/PSOL/REDE/PSTU e demais partidos do espectro marxista está no setor da educação. Isso sim vai demorar muitas décadas pra se resolver. A taxa de “entremeio” de gentalha desinteligente de esquerda nas instituições de ensino e de políticas públicas de educação deste país é muito alta, infelizmente.

  21. Tirando a indústria de papel e celulose que recebeu tecnologia pesada das matrizes nórdicas acredito que o restante ficou atolada no fim da primeira década… Sem contar o que regrediu…