ACESSE

Unificar moedas de Brasil e Argentina é 'delírio', diz Maílson

Telegram

O ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega também se manifestou contra a ideia de unificar as moedas de Brasil e Argentina, ventilada ontem por Jair Bolsonaro em sua visita ao país vizinho, registra o Estadão.

Para Maílson, a proposta é um “verdadeiro delírio”, e o euro é uma rara experiência de moeda comum que funcionou –“as outras fracassaram em vários momentos da história”, disse.

“Nem Brasil nem Argentina estão preparados para ter uma moeda estável, pois estão sempre sob ameaça de inflação, e muito menos uma moeda comum”, acrescentou o ex-ministro.

"Nem oito, nem oitenta": leia artigo de Ana Paula Henkel sobre o embate entre Bolsonaro e a oposição. Leia mais

Comentários

  • Antonio -

    Como o Bolsonaro diz: não entendo de Economia. Suas falas, foram de apoio para Inflar a reeleição do Macri, para evitar que o o populismo bolivariano e o socialismo, volte ao poder na Argentina.

  • Alan -

    Mailson da Nóbrega foi um péssimo ministro da fazenda no governo Sarney, responsável por um dos planos econômicos que a inflação chegou a 70% ao MÊS, você não tem moral para dar opinião.

  • Edelson -

    Mais uma declaração estapafúrdia do presidente, até mesmo porque não entende nada de economia,e Paulo Guedes foi omisso em concordar. Pior aínda. Ninguém ouviu o bco central.

Ler 53 comentários