Vai ficar assim? Ninguém reage?

A TV Estado fez uma excelente entrevista com os economistas José Márcio Camargo, Zeina Latif e Cláudio Adilson Gonçalez.

O quadro que eles traçaram é calamitoso.

José Márcio Camargo disse que só há duas maneiras de controlar o déficit primário: reduzindo gastos ou aumentando a inflação. Dilma Rousseff, segundo ele, não está em condições de reduzir gastos, porque não pode mexer nos benefícios sociais. Por isso mesmo, ele diz:

“Minha avaliação é que o déficit só vai ser resolvido via aceleração da taxa de inflação”.

Cláudio Adilson Gonçalez acrecentou que estamos numa “situação estrutural gravíssima, que se soma a um problema conjuntural, que foi o governo ter chutado o balde em 2014”. Ele chamou o déficit primário deste ano de “dantesco” e previu que a nota brasileira vai ser rebaixada mais rapidamente do que se espera:

“Isso parece a Grécia”.

Zeina Ltif arrematou:

“É a primeira vez que temos isso no período democrático: essa destruição de riqueza, esse retrocesso na agenda econômica. Vai ficar assim? Ninguém reage? Até onde o País aguenta?”.

São as perguntas que O Antagonista faz todos os dias:

1 – Vai ficar assim?

2 – Ninguém reage?