"Vamos votar na terça, mantendo espinha dorsal e impacto fiscal"

Rogério Marinho, secretário especial da Previdência, confirmou a O Antagonista que está negociando com lideranças partidárias a possibilidade de retirar já na CCJ alguns pontos da desconstitucionalização presentes na reforma.

“Continuamos conversando. Vamos chegar a bom termo.”

O secretário reforçou a expectativa de que o parecer seja votado no colegiado na próxima terça-feira.

“Vamos votar na terça, mantendo espinha dorsal do projeto e impacto fiscal”, emendou.

Comentários

  • Massaaki -

    Quem tratorou terminou mal: Collor e Dilma...

  • Kalá -

    Retirar, nada. De demora, arre !.

  • Roberto -

    Votei Bolsonaro, mas torço pelo centrão e pelos partidos de esquerda para bloquearem essa previdência escravizante. Bolsonaro aposentou com 33 anos, na primeira, e novinho na segunda também.

Ler 23 comentários