"12 mil mortes em 7 bilhões de habitantes é muito pouco para criar essa histeria coletiva", diz Roberto Justus

O apresentador e empresário Roberto Justus disse, em entrevista ao programa “Aqui na Band”, que os números do coronavírus não justificam a “histeria coletiva que foi criada no mundo”.

“12 mil mortes (por coronavírus) em 7 bilhões de habitantes é muito pouco para criar essa histeria coletiva que foi criada no mundo. No Brasil são 25 mortes, 25 mortes lamentáveis, mas também muito pouco para 210 milhões de habitantes”, expôs.

“Tem que tomar cuidado com esse vírus, sem dúvida. Agora: um lockdown total do planeta vai causar uma catástrofe econômica (…) Quem vai sofrer mais com a catástrofe econômica mundial? Os mais pobres, os mais carentes”, completou.

As opiniões de Roberto Justus sobre a pandemia do novo coronavírus e o lockdown adotado para frear a transmissão do Covid-19 são repercutidas desde a tarde de domingo, quando um áudio dele para Marcos Mion foi parar nas redes sociais.

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. ENTREVISTA: Wilson Lima diz que Pazuello ajuda a 'agilizar demandas', mas que 'ainda falta oxigênio'

  3. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

  4. Twitter sinaliza post de Onyx Lorenzoni sobre 'tratamento precoce'

  5. Sobra leite condensado, falta transparência do governo

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 138 comentários
TOPO