Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A fixação do Brasil por "As Veias Abertas da América Latina"

“As Veias Abertas da América Latina”, livro do escritor uruguaio Eduardo Galeano, reapareceu no ranking dos mais vendidos do país. Segundo a Publish News, o catatau está em terceiro lugar, atrás de títulos de autoajuda e negócios.

Clássico do Ensino Médio, “As Veias Abertas…” sustenta que a América Latina é pobre e subdesenvolvida por imposição dos países capitalistas, que não fizeram outra coisa que não fosse explorar o povo e as riquezas da região. Está na prateleira de não-ficção, mas poderia dividir espaço com aquelas séries literárias repletas de dragões voadores e outros seres fantásticos.

Em 2014, aproximadamente um ano antes de morrer, Galeano disse a jornalistas brasileiros que a prosa da esquerda é muito pesada e, por isso, cairia desmaiado se tentasse ler “As Veias Abertas…” outra vez.

“Eu não tinha a formação necessária (quando escrevi). Não estou arrependido de tê-lo escrito, mas foi uma etapa que, para mim, está superada”.

O Brasil, por outro lado, não supera nada.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO