Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em áudio, Caboclo oferece ‘ajuda financeira’ para funcionária que o acusa de assédio sexual

A gravação está incluída nas investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, Comissão de Ética da CBF e Ministério Público do Trabalho
Em áudio, Caboclo oferece ‘ajuda financeira’ para funcionária que o acusa de assédio sexual
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Áudios obtidos pelo Globo Esporte mostram que o presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo, ofereceu ajuda financeira para a funcionária que o acusou formalmente de assédio moral e sexual.

A gravação foi feita pela própria funcionária no dia 1º de abril deste ano e está incluída nas investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, Comissão de Ética da CBF e Ministério Público do Trabalho.

Em determinado momento da conversa entre o dirigente afastado e a funcionária, Caboclo afirma:

Não sei se estou invadindo uma coisa que não me pertence, mas assim ela [em referência à irmã da funcionária] me parece ser sua melhor amiga. O que você precisa? Se falar: ‘Rogério, tô com um problema financeiro’. A gente vai resolver. ‘Rogério, eu tô com um problema de um lapso que eu preciso de um descanso’ […]. Eu aceito qualquer alternativa que você me dê. Desde um auxílio financeiro até um período de folga, mas isso não é o horizonte final daquilo que eu penso em relação a você. Me diz o que mais eu posso fazer?”

Ela responde:

Nada, nada, nada. Nada. Vai passar. Eu só preciso de um tempo.”

Pouco mais de um mês depois da conversa, no dia 4 de junho, a mulher apresentou a denúncia à Comissão de Ética da CBF. Caboclo foi afastado dois dias depois.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO