Ex-presidente do Flamengo e mais 7 são indiciados por mortes no Ninho do Urubu

A Polícia Civil do Rio indiciou Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, e mais sete pessoas por homicídio com dolo eventual no caso trágico do incêndio no Centro de Treinamento do clube carioca, o Ninho do Urubu, em fevereiro deste ano. As informações são da GloboNews.

Na tragédia, morreram dez jovens jogadores das categorias de base do Flamengo. Outros três ficaram feridos.

O delegado Márcio Petra, que assina o inquérito, também pediu o indiciamento de engenheiros do clube, de um técnico de refrigeração e da empresa NHJ, responsável pelos contêineres onde os jovens dormiam.

Comentários

  • Paulo -

    Bandeira de Mello?..... Hummmm.

  • Martins -

    Como sempre, vão prender os peixes pequenos.

  • how -

    já que este site está divulgando de tudo bem que poderiam divulgar o assassinato do garoto Ruan.A mídia convencional não deu a menor bola.Ah se o assassinato tivesse sido cometido por casal héter

Ler 6 comentários