Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Membro da delegação argentina foi responsável por falsificar dados de jogadores, diz site

Documento da Anvisa, obtido pelo G1, mostra que Fernando Ariel Batista falsificou os documentos dos quatro atletas argentinos
Membro da delegação argentina foi responsável por falsificar dados de jogadores, diz site
Eliminatórias da Copa

O blog de Octavio Guedes, no G1, teve acesso a documento oficial da Anvisa que relata a confusão do jogo Brasil e Argentina. O texto mostra que Fernando Ariel Batista, membro da delegação argentina, falsificou os documentos de Emiliano Martínez, Emiliano Buendia, Cristian Romero e Giovani Lo Celso.

Ontem, agentes da Polícia Federal e da Anvisa entraram no campo da Neo Química Arena, em São Paulo, para retirar os quatro jogadores que descumpriram a quarentena contra a disseminação do coronavírus.

Eles tinham passado pela Inglaterra, o que exigiria cumprimento de quarentena no Brasil, mas não há essa informação nas declarações sanitárias, que foram preenchidas por Batista.

Depois que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu o jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo, organizadas pela Fifa, os atletas foram notificados a deixar o Brasil. Eles não serão investigados.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO