Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Nike rompeu com Neymar após acusação de assédio, diz jornal dos EUA

Nike rompeu com Neymar após acusação de assédio, diz jornal dos EUA
Foto: C.Gavelle / PSG

Reportagem do Wall Street Journal levada ao ar nesta quinta (27) afirma que o rompimento entre Nike e Neymar, em agosto do ano passado, deu-se em meio a uma investigação sobre um suposto ato de assédio sexual do jogador do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira.

Uma funcionária da empresa acusou Neymar de ter tentado forçá-la a praticar sexo oral, o que ele nega.

O caso teria acontecido em junho de 2016, num hotel de Nova York, quando o atacante esteve na cidade para uma campanha publicitária com a participação do ídolo do basquete Michael Jordan.

A mulher relatou o suposto incidente a amigos e colegas naquele ano e, sempre de acordo com o jornal, protocolou uma reclamação formal em 2018.

Segundo o Wall Street Journal, a empresa de material esportivo alegou que o atacante não cooperou com a investigação e, por isso, o contrato foi rompido.

Em nota, Neymar negou veementemente a acusação. “Neymar Jr. vai se defender vigorosamente desses ataques infundados se alguma alegação for apresentada, o que não ocorreu até agora”, declarou sua assessoria.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO