Kirchner, Dilma e Maduro se merecem

Cristina Kirchner foi condecorada hoje, em Quito, com “a ordem de mérito Manuela Sáenz”. A ex-presidente argentina disse que a “direita conservadora” queria para ela “um fim semelhante ao de Dilma Rousseff”.

Nicolás Maduro divulgou nas redes sociais a “homenagem”.

O Antagonista acha que aquela senhora também poderia ganhar uma medalha dessa.

Faça o primeiro comentário