"Não sou robô", diz aposentada citada por revista

Telegram

O Antagonista localizou a catarinense Mariângela Pereira, dona do perfil @mariang69423516 no Twitter. Em matéria da Veja, ela é identificada como um perfil fake, devido ao engajamento intenso em defesa de Jair Bolsonaro. Em entrevista por telefone, a aposentada diz que ficou preocupada com a exposição repentina.

Ela afirma que só passou a interagir no Twitter e em grupos de WhatsApp no ano passado, enquanto se recuperava de uma cirurgia de coração.

“Eu nunca tive perfil em rede social. Acabei entrando no Twitter no ano passado, enquanto me recuperava da cirurgia. Já fiquei até 3h da madrugada tuitando. Nunca imaginei que isso seria interpretado como comportamento de robô.”

Segundo a Veja, “Mariângela é literalmente uma máquina: o nome virtual @mariang69423516 foi classificado como robô pelo Botometer, um detector de bots desenvolvido pela Universidade do Indiana.”

A aposentada diz que espera retratação. Ela avisa também que ganhou vários seguidores nas últimas 24h horas e até imitou Sergio Moro, exibindo uma foto com calendário.

Comentários

  • alberto -

    no brasil da era da mediocridade instalada nos governos petistas e pos estes , todos brasileiros honestos intelectualizados , e alfabetizados politicos sao considerados robot , ja os mamae falei e 247

  • alberto -

    quem e robot mesmo a mariangela perreira os os fraudulentos jornalists da veja ,, mediocrismo jornalistico hoje tem nome, folha de sao paulo , epoca vejas , e outras

  • Lucas -

    por que será que ngm mais acredita na grande mídia? Essa revista está falindo afogada no próprio vômito de mentiras e fake news

Ler 298 comentários