ACESSE

O Comentarista: voto distrital em 2020?

Telegram

O voto distrital vem sendo postergado há alguns anos. Nesta edição, O Comentarista mostra que há chances reais de ele ser implementado já na eleição de 2020.

Confira um trecho:

Com a reforma da Previdência caminhando para a fase final de tramitação, Brasília já se movimenta por outros desafios. Em primeira mão para os assinantes de O Antagonista+, Renan Ramalho informou que há tempo para que, na eleição de 2020, os vereadores sejam escolhidos por voto distrital misto.

O voto distrital é uma bandeira antiga. O Antagonista se diz favorável ao modelo desde os primeiros meses de veiculação. Mas, em março de 2015, havia a expectativa de que as eleições de 2016 já pudessem ser realizadas com os municípios divididos em distritos.

Quando, em 2017, o debate foi tomado por uma cansativa discussão sobre financiamento eleitoral, O Antagonista mostrou que a adoção do voto distrital poderia servir como um caminho mais virtuoso. Pois restringiria as campanhas a recortes geográficos menores, o que ameniza os custos de qualquer candidato – estimativas apontavam uma economia de até 80% nos gastos de campanha.

A leitura continua AQUI, somente para assinantes de O Antagonista+.

MORO PUNIDO E LULA SOLTO. É ISSO MESMO? Leia aqui

Comentários

  • EDUARDO -

    Antagonistas cairam na armadilha deles... ATENÇÃO! Distrital Misto NÃO É Distrital! Não vai mudar absolutamente nada nas questões de baixíssima representatividade e poder total do partido!

  • EDUARDO -

    A questão mais importante a ser levantada aqui é "quem é o dono da cadeira ocupada"? Seriam mantidas as decisões do TSE / STF / Gilmar Mendes que quem possui a cedeira é o PARTIDO?

  • RENATOPERIM -

    Pra mim o ideal é o voto distrital puro. Esse negócio de misto é muito complicado. Nem lembro direito a diferença mas sei que o puro é melhor.

Ler 21 comentários