Obrigado pelo sucesso da Crusoé

Quando o Diogo e eu começamos O Antagonista, três anos e cinco meses atrás, o sucesso de audiência veio rápido, mas quase fechamos o site porque não tínhamos como sustentá-lo — e deixamos isso claro inúmeras vezes nas reuniões de pauta (voltaremos com elas, juro).

Na ocasião, vários leitores sugeriram que fizéssemos crowdfunding ou mesmo cobrássemos pelo acesso a O Antagonista.

Não fizemos nem uma coisa nem outra, porque a) não poderíamos pedir dinheiro sem fornecer conteúdo em troca; b) O Antagonista nasceu para ser um site aberto, não fechado.

A sociedade com a Empiricus — aquela empresa que os nossos detratores pateticamente dizem que “especula” com as notícias que publicamos — nos rendeu estrutura e planejamento, mas não uma montanha de dinheiro, ao contrário do que espalham os suspeitos de sempre (chegaram a dizer que embolsamos 5 milhōes de reais). Como informamos na ocasião, passamos a ganhar uma pequena quantia por email captado para a base deles e, se o email for convertido em venda de relatório financeiro, uma porcentagem em cima do preço do relatório.

Com o tempo, porém, graças à estrutura e planejamento obtidos com a sociedade, conseguimos entender como funciona a mídia programática (os anúncios que você vê no site entram  via Google mais concorrentes) e, assim, nos equilibramos financeiramente.

Equilibrados no caixa, decidimos partir para o projeto da Crusoé, a primeira revista inteiramente digital do Brasil. A ideia era pegar um empréstimo com os nossos sócios, a fim de bancá-la nos dois primeiros anos, mas não vamos precisar. Desde que foi lançada, em 2 de maio, a Crusoé é um sucesso jornalístico e comercial.

Se continuar a crescer, a Crusoé não só poderá ampliar o seu plantel de jornalistas e, consequentemente, a sua cobertura diária e semanal, como ajudar a manter O Antagonista — o que é vital para nós e, acredito, boa parte dos 5 milhões de leitores que o leem por mês.

Eu gostaria, pessoalmente e em nome do Diogo, de agradecer a todos vocês que nos acompanham aqui ou na Crusoé. E de convidar a quem ainda não assinou a revista a fazê-lo (www.crusoe.com.br). A sua qualidade jornalística é inquestionável, assim como a sua independência.

Como diz o anúncio desta semana (criado pela agência Mario Sabino de publicidade), a Crusoé revela histórias e já faz história.

Muito obrigado outra vez. E aquele abraço.

 

Comentários

  • Gines -

    Vocês são ótimos!!! Inteligentes, Isentos e Éticos. Merecem o sucesso nos dois canais.

  • Marci -

    Ia mesmo perguntar pelas reuniões de pauta, ainda bem que retornaram, pois ela é vital para nossa saúde mental. E quanto a Crusoé espero que entre no mesmo pique de O Antagonista. Sou fã destes dois endereços pelo simples motivo que neles TUDO é verdade.

  • Fernando -

    Parabéns.

Ler 213 comentários