ACESSE

Quem está por trás dos 'cybermortadelas' do PT

Telegram

Como registramos mais cedo, a “influenciadora digital” Paula Holanda disse que foi subcontratada pela agência Lajoy para fazer propaganda oculta pró-PT nas redes sociais.

A Lajoy é de Joyce Falete Motta, que disse ter sido contratada pela BeConnected, de Rodrigo Queles Teixeira Cardoso, secretário parlamentar do deputado federal e candidato ao Senado Miguel Corrêa Júnior – afilhado político do acrônimo Fernando Pimentel.

Corrêa Júnior, que notabilizou-se ao casar-se com uma ex-BBB, foi secretário de Ciência e Tecnologia de Pimentel.

Em 2015, ele reassumiu a vaga na Câmara apenas para votar contra o impeachment de Dilma Rousseff e depois voltou para a secretaria.

Tudo indica que Rodrigo Cardoso é funcionário de confiança de Miguel Corrêa Júnior e atua como uma espécie de preposto do deputado.

No endereço da BeConnected, funcionam outras empresas de Rodrigo Cardoso: Sharing e Golz, que têm como sócios outros petistas que trabalharam na gestão de Corrêa Júnior na Secretaria estadual de Ciência e Tecnologia.

Estão registradas no mesmo edifício Pavarotti, número 669, da rua Fernandes Tourinho, bairro Savassi (BH), as empresas Follow e Formula Tecnologia, que pertencem ao deputado e ex-secretário de Pimentel.

A Formula é a empresa que administra os aplicativos ‘Follow (nome de uma das empresas de Corrêa Jr) e O Brasil Feliz de Novo’ (slogan da campanha de Lula). Os ‘cybermortadelas’ usavam esses aplicativos para cumprir ‘missões’ e receber a remuneração.

(reprodução/PNC)

O Brasil virou à direita. Entenda por quê AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 152 comentários