ACESSE

Soros defende saída de Zuckerberg do Facebook

Telegram

Em uma carta encaminhada ao Financial Times, o bilionário George Soros defendeu que Mark Zuckerberg deixe o comando do Facebook.

No mesmo jornal, em artigo publicado no dia 16, Zuckerberg defendeu maior regulamentação sobre as grandes empresas de tecnologia.

Segundo Soros, o executivo deve parar de “ofuscar os fatos argumentando piamente pela regulamentação do governo” e merece ser removido de suas funções na empresa, assim como a diretora de operações do Facebook, Sheryl Sandberg.

Soros também disse que Zuckerberg tem realizado acordos de assistência mútua com o governo americano — o que poderia, inclusive, beneficiar Donald Trump em sua campanha pela reeleição.

“O Facebook não precisa esperar até depois das eleições para que os regulamentos do governo parem de aceitar qualquer publicidade política”, diz Soros. “Se houver alguma dúvida sobre se um anúncio é político, ele deve agir com cautela e se recusar a publicar. É improvável que o Facebook siga esse curso.”

Ontem, a União Europeia rejeitou a proposta do Facebook sobre a regulamentação do conteúdo online e ainda advertiu a empresa para que assuma a responsabilidade em relação ao que é postado em suas plataformas.

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 56 comentários