246 milícias prontas para lutar por Trump

A polarização da eleição americana gerou um efeito colateral preocupante: o número de milícias armadas disparou nos EUA. Em 2008, eram 42; agora, somam 246, segundo a Reuters.

Em comum, seus membros estão preparados para ir, literalmente, à guerra por Donald Trump. O candidato republicano já afirmou que só reconhecerá a eleição se ele a ganhar. Há algum tempo, o bilionário diz que é vítima de um complô que deseja fraudar as eleições.

Segundo a Reuters, os milicianos intensificaram seu treinamento nas últimas semanas. Um deles, cujo codinome é “agente de sangue”, declarou à agência de notícias que a ordem não é atacar, mas defender Trump. “Esta é a última chance de salvar a América da ruína”, afirmou.

Bando de malucos.

Faça o primeiro comentário