A 9 dias de deixar o cargo, Pompeo inclui Cuba na lista de patrocinadores do terrorismo

A 9 dias de deixar o cargo, Pompeo inclui Cuba na lista de patrocinadores do terrorismo
Foto: State Department Photo by Ron Przysucha

A nove dias de deixar o emprego, o chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, subitamente lembrou-se que Cuba é um país patrocinador de terrorismo.

“O apoio continuado de Cuba ao terrorismo nas Américas deve ser impedido. Hoje os Estados Unidos estão devolvendo Cuba à lista de Estados Patrocinadores do Terrorismo para que o regime dos Castro preste contas por seu comportamento maligno”, escreveu o secretário de Estado, no Twitter.

O governo Obama tirou Cuba da lista em 2015. Donald Trump tomou posse em janeiro de 2017.

Atualmente, estão na lista Síria (desde 1979), Irã (desde 1984) e Coreia do Norte (desde novembro de 2017).

Em 2016 e de novo em 2020, Trump venceu a eleição na Flórida, estado onde é grande a população de cubanos anti-Castro.

Leia mais: Como o candidato Artur Lira já se movimenta para escapar da Justiça valendo-se da parceria com Bolsonaro.
Mais notícias
TOPO