Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“A conferência soou como uma sentença de morte para a energia a carvão”

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, diz que o acordo da COP26 marcou “o começo do fim para o carvão”
“A conferência soou como uma sentença de morte para a energia a carvão”
Reprodução/Youtube/UN Climate Change

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson (foto), disse que o acordo da COP26 para a redução de combustíveis fósseis marcou “o começo do fim para o carvão”.

Johnson e o presidente da conferência do clima, Alok Sharma, falaram sobre o acordo final durante coletiva de imprensa, em Londres.

“Pela primeira vez, a conferência publicou um mandato para cortar o uso da energia a carvão”, disse. “A conferência soou como uma sentença de morte para a energia a carvão”.

Como mostramos, foi a primeira vez que a conferência do clima citou o uso de carvão, petróleo ou gás como um problema a ser combatido.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO