A Janete sul-coreana

Uma manifestação de milhares de pessoas, em Seul, exigiu a renúncia da presidente sul-coreana Park Geun-hye. O ato já é considerado o maior do país desde 2008, quando a importação de carne dos EUA detonou uma série de protestos.

A mandatária está no centro de um escândalo de tráfico de influência, envolvendo uma amiga de décadas que também faz as vezes de sua guru espiritual.

As agências internacionais informam que cerca de 40 mil pessoas participaram do ato, neste sábado. Já os organizadores falam em 100 mil.

Faça o primeiro comentário