A Marselhesa deixou de ser metáfora

No hino francês, A Marselhesa, a primeira estrofe diz o seguinte:

“Avante, filhos da Pátria,

O dia da glória chegou!

Contra nós da tirania,

O estandarte sangrento se ergueu.

Ouvis nos campos

Rugir esses ferozes soldados?

Vêm eles até os vossos braços

DEGOLAR OS VOSSOS FILHOS, VOSSOS COMPANHEIROS!”

O que se transformou em metáfora de hino agora é realidade. Não resta à França que pegar em armas e combater o inimigo – que está, principalmente, dentro de casa.