A ONU é arbitrária

Um painel da ONU, composto por cinco ativistas de direitos humanos do México, Benin e Ucrânia, decidiu que a prisão de Julian Assange, acusado de estupro pelo Ministério Público sueco, é arbitrária.

A ONU tem de ser desmantelada.