A polícia francesa já identificou os terroristas

De acordo com a imprensa francesa, os três autores do ataque ao jornal Charlie Hebdo já foram identificados pela polícia francesa. Eles são Said Kouachi, de 34 anos, e Chérif Kouachi, de 32 anos, irmãos de origem argelina nascidos nos arredores de Paris, e Hamyd Mourad, de 18 anos, um sem-teto de origem desconhecida, nascido numa localidade próxima a Reims. A polícia chegou aos seus nomes porque achou a carteira de identidade de Said num dos carros usados na fuga.
Os irmãos Kouachi teriam voltado da Síria há alguns meses. Chérif foi julgado em 2008, por fazer parte de um bando que enviava jihadistas para o Iraque. Durante dois anos, ele incitara uma dezena de jovens a combater naquele país, ao lado de extremistas muçulmanos. O próprio Chérif se preparava para viajar ao Oriente Médio, quando foi detido. No tribunal, ele se defendeu dizendo que  “À medida que a partida se aproximava, mais eu queria desistir.  Se fizesse isso, porém, arriscaria passar por covarde.” Ele foi condenado a três anos de prisão, mas só cumpriu metade da pena.
A polícia francesa está no encalço dos três terroristas, em Reims, na região de Champagne, a nordeste de Paris. Um bairro inteiro da cidade está cercado. Policiais estavam realizando buscas num apartamento às duas da manhã, hora local.