Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A possível conexão entre a explosão em Beirute e a guerra da Síria

Segundo a Human Rights Watch, uma das hipóteses que está sendo investigada pela Justiça é de que o grupo terrorista Hezbollah estaria envolvido no episódio
A possível conexão entre a explosão em Beirute e a guerra da Síria
Foto: Reprodução

A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch publicou nesta terça-feira (3) o relatório de uma longa investigação sobre a explosão de 2.750 toneladas de nitrato de amônio no porto de Beirute, em agosto do ano passado, diz a Crusoé.

“O documento afirma que uma das hipóteses que está sendo investigada pelo juiz do caso, Tarek Bitar, é de que o grupo terrorista Hezbollah teria causado a explosão. ‘A especulação de que o Hezbollah possa ter desejado destruir o estoque de nitrato de amônio supostamente para esconder que uma parte do nitrato de amônio foi usado pelo aliado do Hezbollah, Bashar Assad, na Síria, para produzir bombas de barril, aumentou conforme surgiram relatos mostrando as conexões entre os donos da carga e pessoas que sofreram sanções dos Estados Unidos por supostas ligações com Assad’, diz o relatório.”

Leia mais aqui. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO