Ações de bancos disparam nos EUA desde eleição de Trump

Donald Trump está fazendo a alegria dos grandes bancos americanos. Desde que sua vitória foi decretada, na noite de 8 para 9 de novembro, o índice do setor financeiro, na Bolsa de Nova York, acumula alta de 10,8%. Somente nesta segunda, o indicador avançou 2,3%.

A euforia dos investidores deve-se à promessa de Trump de desregulamentar o setor financeiro, com o fim da lei Dodd-Frank, que se tornou federal em 2010, com o objetivo de evitar que uma nova bolha de ativos se formasse e causasse uma crise tão severa quanto a iniciada em 2008.

O mercado também aposta que a política fiscal expansionista de Trump forçará o Fed a manter juros mais altos que o previsto. O republicano afirma que gastará US$ 1 trilhão em infraestrutura e, ao mesmo tempo, cortará impostos.