Acusado de atentado à sede do Porta dos Fundos é preso na Rússia

Eduardo Fauzi, acusado de atacar a sede da produtora Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro, em dezembro do ano passado, foi preso pela Interpol em Moscou, informa Lauro Jardim.

Fauzi foi identificado pela Polícia Civil do Rio como um dos cinco homens que jogaram coquetéis molotov na sede da produtora, na véspera de Natal, em retaliação ao especial do grupo humorístico que incluía um “Jesus gay”.

Segundo a investigação, o acusado embarcou para a Rússia, onde moram sua namorada e seu filho, dias depois do atentado, em 29 de dezembro. De lá, ele chegou a gravar vídeos defendendo a censura ao grupo e deu entrevista dizendo que o ataque havia sido um “foguinho de merda”.

O Ministério da Justiça já foi avisado da prisão do terrorista-dançarino e começou os trâmites para sua extradição para o Brasil.

Leia mais: STF: sucessor de Toffoli terá dificuldades para reparar os danos provocados pelo antecessor
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO