Agência reguladora americana aprova medicamento contra Alzheimer

A FDA autorizou o uso do primeiro medicamento para alterar o curso da doença
Agência reguladora americana aprova medicamento contra Alzheimer
Foto: sarcifilippo/Pixabay

A agência reguladora dos Estados Unidos, FDA, aprovou nesta segunda-feira (7) o primeiro medicamento para desacelerar os efeitos da doença de Alzheimer, retardando a perda de memória.

O medicamento, chamado Aducanumabe, é destinado a pessoas com deficiência cognitiva leve ou em estado inicial.

Essa é a primeira substância aprovada para alterar o curso da doença. Nenhum tratamento contra os sintomas do Alzheimer foi aprovado desde 2003.

Parte dos cientistas argumenta que não há evidências suficientes de que o medicamento funciona. A FDA está orientando a fabricante, a empresa de biotecnologia Biogen, a conduzir um estudo após a aprovação, confirmando que o medicamento é eficaz.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO