Alvo de ciberataques, Equador pede ajuda ao Brasil

O Equador pediu ajuda ao governo brasileiro para receber assistência em cibersegurança após ser alvo de “milhões” de ataques cibernéticos, informa Bela Megale em O Globo.

O pedido está em um telegrama sigiloso ao qual a repórter teve acesso, enviado ao Itamaraty nesta semana pelo embaixador do Brasil em Quito, João Almino.

Os ataques começaram logo depois da prisão de Julian Assange, em 11 de abril. O fundador do WikiLeaks passou seis anos na embaixada equatoriana em Londres e foi detido assim que o presidente Lenín Moreno suspendeu o asilo.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
    1. Se você está falando de Moreno, concordo plenamente.

  1. Erika disse:

    Estamos em 2019 e os governos se comportam como se estivessem em 1964. Haja paciência. O mundo parecia evoluir e deu mil passos para trás.

    1. A Venezuela está para provar. Está pior que 64 na época se tinha Cuba que era pequena.

    2. se estivesse em 1964 estariamos melhor, estamos ainda na epoca jurassica, catando vento e saudando a mandioca

  2. Marcos disse:

    PRECISAMOS SABER que tipo de ciber ataque é , DDOES?

    1. pq precisamos saber? o que isso vai mudar na sua vida?

  3. Leitor disse:

    Os amigos do Assange estão em atividade acelerada.

  4. Paulo disse:

    Uai, o telegrama não era sigiloso? Como vai fornecer ajuda sobre ciber ataques, se não conseguem manter um simples telegrama em segredo? Acho que pediram para o governo errado?

    1. Petista chato, bota a cabecinha de ovo pra funcionar

    2. Exatamente! Ovelhas cuidando de lobos. Ate a Dilma era grampeada

  5. Roberto disse:

    Documento sigiloso mas o repórter teve acesso Que piada .

  6. Agente_86 disse:

    Esse Lenín Moreno é mais um vigarista LATRINO americano. Um POPULISTA de M E R D A.

  7. marcelo disse:

    Em pleno 2019 as pessoas não tem ideia do poder cibernético, o mundo virou 0 e 1, deputados, senadores, ministros do stf, abram os olhos, tem gente sabendo o que fazem no lado B da vida...

  8. JOSÉ disse:

    Pô, que é isso! Pede pro Maduro, ele é fera nisso tudo. Ataques por drones, eletromagnetismo etc, etc.

  9. Marcelo disse:

    Que o Brasil aprenda com o Equador. Jogar traiçoeiramente um jornalista corajoso num cárcere só para agradar ao patrãozinho ianque tem consequências.

    1. Poi’s. In a deveria dar guarida a um traidor de seu próprio país. Finalmente agiu certo.

  10. César disse:

    Demorou pro Bolsonaro mandar a ajuda que tive, o Brasil é o lider regional e deve ajudar sim aqueles que pedem uma mão amiga com humildade.

  11. Luziana disse:

    O Equador devia ter se preparado antes para enfrentar essa situação. Obviamente o pessoal do Wikileaks ia retaliar maciçamente!

  12. A_Mason disse:

    Se pagarem o financiamento que o BNDES concedeu, quem sabe o Brasil manda uma licença do antivírus. Na pior das hipóteses desliguem o servidor.

  13. Juscelino disse:

    Telegrama sigiloso que uma repórter teve acesso e agora está na mídia para 200 milhões de brasileiros e o mundo. Isto é sério?

    1. Jornalista sem ética. Na cabecinha dela, o importante é o furo de reportagem.

  14. Giusti disse:

    Tem d investigar quem vazou o telegrama. É muito sério um dcto sigiloso d país vizinho e amigo estar nas manchetes da imprensa.

  15. José disse:

    "Socorro, estou sendo estuprado por um ciberataque".